Humanização Hospitalar (Doutores Palhaços):

Os integrantes, em duplas, visitam crianças e adultos hospitalizados, leito a leito, semanalmente, durante aproximadamente 2 horas e meia por visita.
O sorriso funciona como um indicador importante de recuperação física dos pacientes, ele ajuda a diminuir a ansiedade, torna a percepção da hospitalização mais positiva e os faz mais confiantes na equipe. Observa-se também que os pais passam a ser mais ativos no tratamento de seus filhos. Relatam que lidam melhor com a hospitalização das crianças e percebem uma alteração positiva na imagem da internação.

O grupo participou de um curso de orientação artistica com os Doutores da Alegria em 2008, curso institucional em 2009 e oficinas artisticas em 2009, totalizando 50 horas/aulas.

Instituição atendida:
Hospital Leonor Mendes de Barros , Hospital Regional de Sorocaba e o GPACI (Grupo de Pesquica e Assistência ao Câncer Infantil)




Peça Varal de Gala (Clássicos do Circo)


Com duração de aproximadamente uma hora, o espetáculo o Varal de Gala (Clássicos do circo) reúne diversas reprises clássicas do circo tradicional, cenas cômicas inéditas, malabarismo, mágicas e ilusionismos, equilibristas, monociclistas, acrobatas, entre outras artes circenses.

A peça é resultado de um trabalho de alguns meses de pesquisas da linguagem do palhaço e suas mais variadas atuações dentro do circo tradicional.

Serão selecionadas cenas dentro de um repertório próprio e de clássicos do circo, sendo modificado a cada apresentação, conforme o tipo de público e estrutura disponível.

Lançando mão a riquíssimas experiências conceituais que têm vindo a ser desenvolvido pelo chamado Novo Circo, este projeto congrega várias formas de expressão artística para apresentar um espetáculo interdisciplinar de grande originalidade e qualidade.

A peça inicia-se com uma apresentação de gala, coordenada pelo mestre de cerimonia Nico Canário, que esquece as falas, atrapalha-se e recebe ajuda da divertida faxineira Dorothea.

Da dança com palhaços bailarinos ao clássico “O baldinho e a moeda”, encenados por grandes circos nacionais, passando por uma cena de mágicos atrapalhados, ilusionismo, contação de histórias, malabarismo e um monociclista maluco, tudo é feito para que o público possa matar as saudades dos circos de antigamente.

No Varal de Gala, as tradições da arte milenar voltam ao centro do picadeiro para uma divertida encenação, sobre o universo lírico da arte circense. Visando atingir o público infantil e também aos adultos, que usam as crianças como desculpa para assistir a uma boa palhaçada, o grupo Brincatrapos faz uma boa seleção de cenas ligadas por uma história tão singela quanto despretensiosa.

A peça tem estréia marcada para o dia 15 de fevereiro de 2009 na Pastoral do Menor do bairro do Habiteto.

Varal de Gala (Clássicos do Circo) será realizada de forma gratuita duas vezes por mês, com previsão de término em outubro de 2009, passando por praças, espaços públicos e instituições carentes, em bairros como: Habiteto, Mineirão, São Bento, Parque das Laranjeiras, Brigadeiro Tobias, Vitória Régia, Vila Sabiá, Vila Barão, Cajuru, Julio de Mesquita, entre outros.

 

A peça acaba de receber recursos da Lei de Incentivo a Cultura de Sorocaba e terá 20 apresentações entre janeiro de 2008 e dezembro de 2009 em comunidades carentes.

Acompanhem as novidades em nosso blog (Diário de Bordo)

Instituições atendidas em 2008: Território Jovem (Jd. Ipiranga), Casa da Criança Dona Zuleide (Vila Astúrias), Pastoral do Menor do Jd. Nova Esperança, Pastoral do Menor Parque das Laranjeiras e Escolas Municipais (Vila Barão, Júlio de Mesquita e Pq das Laranjeiras)

Instituições atendidas em 2009: Pastoral do Menor do Habiteto, Pastoral do Menor do Machester, Espaço Feliz (Jd. Nova Esperança), Fundação Malaine Klain, Cheche Irmã Rosália e 14 escolas do projeto "Clube da Escola - Secretaria da Educação), ,